Criatividade e deficiência visual: uma revisão da literatura científica

Creativity and visual impairment: a review of the scientific literature

  • Karina da Silva Oliveira Universidade São Francisco
  • Carolina Rosa Campos Universidade São Francisco
Palavras-chave: avaliação da criatividade; deficiência; estado da arte

Resumo

Este estudo teve como objetivo analisar a produção científica brasileira sobre criatividade e deficiência visual, sem período de ano determinado, em três bases de dados eletrônicas (Scielo, Pepsic e Capes). A busca foi realizada pelos descritores “deficiência visual” e “criatividade”. Após avaliação da temática, 28 trabalhos foram analisados, sendo o mais antigo datado de 2006 e o mais atual, de 2019, configurando-se como artigos científicos (n=27) e publicação em livro (n=1). Observou-se maior frequência de estudos relacionados à educação (n=14; 50%), psicologia (n=5; 17,86%), fonoaudiologia (n=3; 10,71%) e informática (n=2; 7,14). Sobre a natureza, identificou-se 19 (67,86%) empíricos e 9 (32,14%) teóricos. Por fim, observou-se maior prevalência de estudos voltados a crianças (n=12; 63,16%), com enfoque em estratégias criativas de inclusão (n=19; 67,86%) e de desenvolvimento do potencial criativo (n=9; 31,14%). Almeja-se que este trabalho contribua para a expansão do conhecimento acerca da criatividade na população de deficientes visuais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Karina da Silva Oliveira, Universidade São Francisco

Psicóloga, mestre e doutora pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Pós-doutoranda do programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade São Francisco, Brasil.

Carolina Rosa Campos, Universidade São Francisco

Psicóloga, mestre e doutora pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Pós-doutoranda do programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade São Francisco, Brasil.

Publicado
19-02-2020